Quero Quero…

Quero Quero…

Estar, integrar, pertencer a um grupo de Biodanza. Entrar em contato com tudo que foi ou é referência de você. Caminhar a partir de suas próprias referências, para poder transcender, trocar afeto, trocar referências. Dançar essas trocas e essas novas referências. Refletir. Despertar e ser despertado pela alegria do encontro. Relacionar nossas referências através de nosso tônus. Nos unirmos num embalo que acolhe e permite que possamos cantar nosso próprio nome e o nome dos companheiros; a referência que nos acompanha toda a vida….Doce canção,essa! Então, aos poucos, revelamos uns aos outros nossos ocultismos…aquilo que não nos é permitido enxergar sózinho. Sombras, pontos negros inacessíveis…invisíveis…e nós espelhos uns dos outros para ver o invisível, sentir e refletir consciência. Aceitando-nos e enternecendo-nos de nós mesmos. Guardando nos olhos cada momento,cada presença. “Ah…eu quero quero tanto, que você me aceite do jeito que eu sou”…

Leila Maria Augusta de Almeida.

Anúncios

No comments yet»

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: