Por uma estética antropológica

Somos grandes obras de arte.

Verdadeiros poemas inacabados.

Únicos, insubstituíveis e intrinsecamente belos.

É sempre tempo de pormos um pouco mais de

beleza, alegria , humor, amor  em nós.

Somos os construtores desse poema, precisamos resgatar toda a nossa capacidade expressiva para que, saindo da mecanicidade, transformemos nossas vidas

em pura expressão de nós mesmos, em pura poesia.

A proposta de Biodanza consiste em permitir a expressão dos impulsos criadores naturais e em despertar um sentimento amoroso de beleza em cada participante.

Rolando Toro nos fala de uma Estética Antropológica, onde em movimentos sensíveis de intimidade conosco, com o outro e com o meio ambiente valorizamos esse sentimento poético que nasce na beleza do olhar, dos gestos, dos atos plenos de sentido. Na valorização da beleza da vida!

Leila Maria Augusta de Almeida.Por uma estética

Anúncios

No comments yet»

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: