O Milagre de Existir

DSCI2282Apesar de possuírmos a mesma natureza dos animais podemos, diferente deles, escolher ser ou lançar à vida as nossas sementes e sentir prazer ou dor ao vê-las nascer ou morrer. Sentimos coisas. A diferença entre cada um de nós e qualquer outro animal é a consciência, que nos vai sendo desperta durante toda vida, através de nossas vivências.
A consciência de que estamos vivos e a consciência de que um dia vamos morrer é fator preponderante. Quando nascemos recebemos aquela certidão que nos qualifica à vida e à morte. Vivemos, literalmente, essa vida, entre duas certidões: a de nascimento e a de óbito. Isso se dá no período curtíssimo de cem anos, que é muito pouco, e ainda hoje, não nos damos conta do milagre que é existir!

Leila Maria Augusta de Almeida.

Anúncios

No comments yet»

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: