Orgulho de ser eu…

Desde criança brigo com meu nome…não achava bonito.  Leila Maria  eu via como o nome mais cafona que minha mãe poderia ter escolhido…Foi na Biodanza, muitos anos depois que assumi a beleza dele…Segundo um amigo: “ninguém nasce impunemente com um nome como o seu”…

O primeiro desejo de gostar do meu nome, veio da admiração por uma mulher que viveu no Rio de Janeiro, como eu, e que revolucionou os costumes da época com sua beleza, singeleza, sensualidade, alegria e presença! Leila Diniz!!!…Sua morte trágica e prematura acabou me deixando orfã desse sentimento …

Biodanza e minha facilitadora Lícia Barreto foram os responsáveis pelo nascimento desse orgulho do meu nome, orgulho de ser o que sou! De assumir e tomar posse de tudo que é meu e que sou eu! Integração!…Processo esse, que hoje,  trabalho nos meus grupos de Biodanza!

Pesquisando um pouquinho descobri:

Leila: negra como a noite,  completa escuridão, noite…

Maria: aquela que dá a luz, senhora soberana, vidente…

Enquanto um é árabe, o outro hebraico…as polaridades em todos os níveis…

Augusta: pura de sentimentos, nobre, glorificada, majestosa. Origem: latim

Almeida: A mesa, sobrenome de origem geográfica portuguesa. Campo plano, planalto

São tantas histórias em tão poucas palavras, apenas quatro palavras…

Descobri que sou múltipla, carrego muitos caminhos em mim…mas que a singularidade de meu nome, me confere identidade, com ela quero viver em paz e em abundância!

A vida nos põe limites, um nome escolhido por outro!  Foi um processo para chegar onde estou…aceitar, acolher, amar e reverenciar um fato assim apenas nos engrandece…significa que aceitamos a vida em nós!…Claro que eu não diria isso se minha mãe tivesse colocado meu nome de Riroca…nesses casos de abuso dos pais, é necessário pedir auxílio à justiça.

Assumir nossas diferenças simplesmente engrandece a todos!!! Estamos passando por um processo de globalização geral…todo mundo quer ter a mesma cara, o mesmo corpo, o mesmo cabelo…

Já dizia Jung…não percamos a pulsação..

Esse seria o maior risco da humanidade…

Se pasteurizar…

Anúncios

No comments yet»

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: