Arquivo para junho, 2014

Intimidade, ainda ela…

Photo on 2014-06-24 at 16.08

Biodanza, contemplando a vida…

Intimidade, estado numinoso de encontro consigo mesmo, com o outro e com o cosmo.

“Só há um templo no mundo e é o corpo humano. Nada é mais sagrado que esta forma sublime. Inclinar-se diante de um homem é fazer homenagem a esta revelação na carne. Toca-se o céu quando se toca um corpo humano.”  Novalis.

Para Rolando Toro o outro é a nossa possibilidade de evocar o paraíso…

Ainda a Intimidade…

Nesse estado numinoso de encontro consigo mesmo, com o outro e com o cosmo, estaremos caminhando por todo o mês de junho…com Copa ou sem Copa!

Encontrar a imensidão do outro para buscar o todo si mesmo…Ser tocado e tocar o outro para sacralizar a vida e se libertar de toda a rigidez física, mental ou cultural!

Photo on 2014-06-11 at 08.23

“Não existe senão um só templo no universo e é o corpo do homem…curvar-se diante do homem é um ato de reverência diante dessa revelação da carne. Tocamos no céu quando colocamos nossas mãos no corpo humano”  Novalis

Minotauro 25, 26 e 27 de julho-Itaipava – RJ

409fa9e1-d407-4422-85f7-0336a4b47c09.1A procura de si mesmo… aventura que dura toda a vida.

Se a existência humana se dá em dilemas e enigmas, nela está também a sabedoria milenar de vida.

A trajetória pelo labirinto…nossa existência povoada de dúvidas e caminhos desconhecidos…

Se deixar levar por suas afinidades profundas, por uma espécie de intuição e coerência com a vida, um ato de muita coragem!

A chave do labirinto de cada um, única e intrasferível é o desafio!

Ela se encontra profundamente inscrita em cada um de nós como um dado divino…

Encontrar a SUA chave é a proposta!

Informações: leila_biorio@yahoo.com.br

(21) 2234-6230/ 98844-4311

 

Biodanza e Intimidade (Tema dos mês)

“Essa necessidade de penetrar, de ir ao interior das coisas, ao interior dos seres, é uma sedução da intuição do calor íntimo.Lá onde o olhar não chega, onde a mão não entra, o calor se insinua. Essa é uma comunhão por dentro, uma simpatia térmica.”

“Sem a lembrança do homem aquecido pelo homem, como uma duplicação natural, não vivenciamos a sensação de ninho”
(Bachelard-Novalis)

DSCI2039

ESTAREMOS VIVENCIANDO A POSSIBILIDADE DESSA INTIMIDADE AO LONGO DO MÊS DE JUNHO.
DESFRUTEM!

LEILA ALMEIDA